sexta-feira, janeiro 21, 2011

Não, não vou seguir sua luz

Vejo você vivendo em fuga
Tentado escapar de seus pesadelos,
Ajoelhando-se para deuses e religiões
Buscando soluções impossíveis
Para todos os seus problemas.
Abraçar um ser inexistente
Não me parece ser a solução.
Talvez tentar lutar,
Talvez desacreditar no livro “divino” que você nunca leu até o fim
E acreditar em si próprio
Seja a solução que você busca e sempre buscou.
Por todos esses anos
Você foi um pote vazio
Deixando qualquer religião te encher de lixo.
Vai esperar Jesus voltar para esfregar barro com saliva em seus olhos?
Vai esperar eternamente para enxergar novamente?

-

2 comentários:

Tiago P. disse...

Cara... que forte.

E de certa forma verdadeiro.
Pensei assim durante um bom tempo. Na verdade nem sei se ainda penso ou não.

Mirtes Rodrigues disse...

É sempre mais fácil ceder ao senso comum,e engolir meia-verdades do que refletir.Talvez porque seja mais confortavel levar a vida assim,acreditando que há alguma coisa como um deus pra guiar os seus passos e te confortar nos momentos dificeis.Mas eu não sei até que ponto isso,e ter fé, conforta alguém realmente...

gostei do texto ,bastante reflexivo.

se quiser de uma passada no meu blog ,e diga o que vc achou,criticas são sempre muito bem recebidas.

http://mirtesrodrigues.blogspot.com/