domingo, dezembro 26, 2010

Você não levantou a mão pra falar, cavalo

Meus sonhos não serão corrompidos por suas palavras,
Meus desejos não serão corrompidos por suas ações.
Se for necessário rolar cabeças para que eu consiga
Vou pega minha espada e te fazer em pedaços.
Não opine e não questione o que eu planejei para mim,
Até o exato momento
Ninguém pediu sua miserável opinião,
Você nem ao menos levantou mão.
Para ter sua vez de relinchar.

3 comentários:

Mr. Hyde disse...

Cara, li teus textos. Muito bons mesmo!
Curti.
São fortes. Como você fala em outro texto, esses textos são uma escarrada no olho. Muito bons.
Te seguindo e linkando.
Abraço

Francyne R.N disse...

gostei muito dos teus textos,
acho que li quase todos,
são muito bons,
são ácidos,são fortes,
muito bom mesmo. Seguindo.

Abraço.

Fabiana disse...

Curti o espírito do teu blog.
Transtornação crônica, boa fonte de inspiração, há muito à contestar.