terça-feira, dezembro 21, 2010

Resultante I

Não é necessário inspiração,
Não é. Acredite!
Somente a vontade de escarrar tudo que está preso na garganta,
E não é catarro.
Não é verde,
Não tem estado físico,
Como aprendi na escola: “é algo abstrato”.
Você não vê, mas ele existe.
Ele está lá, atormentando.
O ódio que com o passar dos dias você foi criando.
Agora sem hesitar encho o peito e puxo o mais profundo escarro,
Pronto para te acertar no olho,
E em seguida esboçar um leve sorriso no rosto.
Vingança, como é saboroso seu gosto.

Um comentário:

Anderson Madureira disse...

Mandando vê, muito bom os posts é issu ai