segunda-feira, outubro 11, 2010

Epifania mitológica; Prometeu voltou a tona

Quem dera eu,
Como Prometeu usar de minha inteligência para fazer acordos com os Deuses,
Um anel no dedo com uma lasca de pedra para ser livre.
Eu usaria mil anéis com mil lascas de pedra.
Tudo para livrar meu fígado dos corvos aqui na terra,
Para livrar meus olhos de novamente enxergarem a guerra,
Ser livre para sonhar,
Só preciso de um Deus para negociar em qual dedo o anel devo usar.

Nenhum comentário: