terça-feira, agosto 03, 2010

Minha forca pessoal

Sem o dom de compartilhar magoas deixo a dor me corroer,

Meu orgulho que já não cabe no corpo e não me deixa chegar a quem eu confio pra tentar dizer o que está entalado e me indigna.

Tentar dizer o que não me permite sonhar,

E é assim que eu vou vivendo...

Guardando magoas e enforcando-se em meu próprio e maldito orgulho.

Nenhum comentário: