terça-feira, julho 20, 2010

Nosso “amiguinho” superego destruidor de amizades

Tire a máscara e tente sorrir.

Será que você consegue?

Você ainda se lembra o que é demonstrar afeto por alguém que não tem o mesmo sangue que você?

Você se lembra o que é um amigo, o que é uma amizade?

Há tempos não ouvia tamanha hipocrisia saindo d’uma boca só.

Não há valor maior nessa passagem pela terra do que um ombro amigo. Aquele ombro pra poder chorar nos momentos mais desesperadores da vida.

Eu fui teu ombro,

Apoiei você todo tempo e fui presenteado com uma facada nas costas...

É realmente você desaprendeu a amar,

Eu tentei, eu te avisei...

Não mais lamentar a perca de um amigo,

Ainda tenho outros amigos...

REAIS AMIGOS!

Que valem muito mais que você e seu caráter desprezível.

Faça-nos um favor, MORRA com seu superego.

Nenhum comentário: