domingo, julho 11, 2010

Desabafo ao farmacêutico desconhecido

Por favor, seu farmacêutico,

Algum remédio pra dormir.

Estou cansado de passar o dia procurando algo satisfatório pra fazer;

Estou enjoado de tudo,

Quando tento dormir o sono não vem,

Fico acordado até tarde,

Muito, muito tarde.

Rolo na cama, paro e penso em tudo que já passou, escrevo meus pensamentos num papel,

Por horas...

E horas...

E mesmo assim o sono não vem.

Por favor, seu farmacêutico,

Me de algum remédio pra dormir!

Quero tentar sonhar,

Ao menos mais uma vez,

Ao menos tentar.

Nenhum comentário: